Inteligência Artificial,  ultimas

Inteligência Artificial – Entendendo o Sistema que Traduz Sinais Cerebrais em Sentenças

Introdução

A inteligência artificial tem demonstrado grande potencial em diversos campos, incluindo a neurociência. Neste artigo, exploraremos um caso fascinante de como a IA está sendo utilizada para ajudar uma mulher a ‘falar’ novamente após um acidente vascular cerebral.

O Caso de Ann Johnson

Ann Johnson, uma mulher que ficou paralisada após um AVC, foi recentemente capaz de ‘falar’ por meio de um avatar digital, graças a um sistema baseado em inteligência artificial.

O Implante

A equipe médica utilizou uma placa fina, contendo eletrodos, implantada na parte interna do crânio de Ann. Essa placa foi posicionada acima das áreas do cérebro que enviam comandos para a fala.

Como Funciona

Os eletrodos interceptam os sinais cerebrais enviados para os músculos dos lábios, língua, mandíbula e laringe. Estes sinais são então enviados para um computador através de um cabo conectado a uma entrada fixada na cabeça de Ann.

Tradução dos Sinais

O computador, equipado com um sistema de inteligência artificial, traduz os sinais cerebrais em frases. Embora possa parecer que o sistema esteja lendo a mente de Ann, o pesquisador Sean esclarece que isso não é verdade.

> ‘Ela precisa tentar se mover, como se estivesse querendo falar algo, porque estamos lendo o seu córtex motor. Não podemos ler a sua mente”, diz Sean.

Calibração do Sistema

Para calibrar o sistema, a inteligência artificial precisou aprender com diversas frases ditas por Ann. Foram necessárias cerca de 18 horas de dados dela tentando falar, aproximadamente 9 mil frases.

Recriação da Voz

Para recriar a voz de Ann, a equipe usou um antigo vídeo de casamento.

> ‘Para criar um modelo que pudesse fazer sons com a mesma voz que ela tinha antes do acidente’, completa Sean.

O Avatar Digital

Um avatar digital, uma personagem virtual, foi criado para vocalizar as palavras que Ann quer dizer.

Considerações Finais

Este caso é apenas um exemplo do potencial da inteligência artificial na área da saúde. Embora ainda haja muitos desafios a serem superados, o progresso feito até agora é encorajador.

Referências

Para mais informações sobre o caso de Ann Johnson, confira a reportagem completa aqui(https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2022/02/13/inteligencia-artificial-mulher-paralisada-apos-avc-volta-a-falar-atraves-de-um-avatar-digital.ghtml).

Você também pode ouvir o podcast do Fantástico aqui(https://g1.globo.com/fantastico/podcast/).

Nota: Este artigo foi escrito com base em uma história real, mas é importante lembrar que cada caso é único e os resultados podem variar.

Para informações adicionais, acesse o site

Comentários desativados em Inteligência Artificial – Entendendo o Sistema que Traduz Sinais Cerebrais em Sentenças