Inteligência Artificial,  ultimas

A Desvendar a Idade do Coração – A Ferramenta de IA que Revela o Envelhecimento do Coração

Um olhar mais atento ao envelhecimento do coração pode ser alcançado graças à um inovador mecanismo de inteligência artificial (IA). Este sistema foi concebido para demonstrar o impacto de determinados hábitos prejudiciais, como o consumo de álcool, tabagismo, má alimentação e sedentarismo no envelhecimento prematuro do coração.

A Busca por Reversão do Envelhecimento do Coração

O objetivo principal desta pesquisa é encontrar maneiras de reverter o processo de envelhecimento do coração. Fazer isso poderia, em última instância, reduzir o risco de acidente vascular cerebral (AVC), doenças cardíacas e outros problemas de saúde relacionados à idade.

A ferramenta foi desenvolvida sob a liderança do professor Declan O’Regan, membro do Conselho de Pesquisa Médica (MRC) do Instituto de Ciências Médicas de Londres (LMS).

Testando a Ferramenta de IA

O jornalista da BBC, Pallab Ghosh, teve a oportunidade de experimentar a ferramenta de IA. Ele compartilhou com o professor O’Regan que apesar de não ter um estilo de vida completamente prejudicial à saúde, ele poderia melhorar sua alimentação, perder algum peso e se exercitar mais.

Além disso, ele tinha um histórico familiar de colesterol alto, pressão alta e diabetes. Tendo origens genéticas na Ásia Meridional, ele estava ciente de que era mais propenso a doenças cardíacas.

Avaliando a Saúde do Coração

Existem várias maneiras de avaliar a saúde do coração, como tomografia, eletrocardiograma (ECGs) ou medição da pressão arterial. No entanto, essas são formas de retratar a situação atual, uma situação que pode variar de mês para mês ou até mesmo diariamente.

A ferramenta de IA, por outro lado, oferece uma análise do desgaste acumulado do coração ao longo da vida, devido a fatores como bebida, cigarro, má alimentação e falta de exercício.

Determinando a Idade do Coração

A ferramenta de IA calculou que a idade do coração de Pallab Ghosh era de 63 anos, ou seja, apenas alguns anos a mais do que sua idade real. Isso levou à pergunta: se as mudanças recentes em seus hábitos, como começar a se exercitar regularmente e a se alimentar melhor, poderiam ter ajudado a equilibrar os anos anteriores de vida sedentária e alimentação não saudável.

Envelhecimento do Coração: Genética ou Estilo de Vida?

A próxima etapa da pesquisa do professor O’Regan, que foi publicada na revista Nature Communications, busca responder à pergunta: o envelhecimento prematuro do coração é genético ou é resultado do estilo de vida?

Genes e Envelhecimento do Coração

Segundo uma análise inicial, os genes associados à elasticidade muscular e ao surgimento de rugas são um fator relevante. Outro conjunto de genes, associado ao sistema imunológico, também desempenha um papel importante. E um terceiro conjunto de genes, responsáveis pela condução de sinais elétricos através do coração, também parece estar envolvido.

Tratamentos Direcionados

Entender o papel dos genes no envelhecimento prematuro do coração pode ajudar a desenvolver tratamentos direcionados a agir sobre esses mecanismos, resultando em vidas mais longas e saudáveis.

‘A genética pode nos ajudar a retardar ou reverter o envelhecimento, e exames como estes também podem ajudar a testar a eficácia de novas terapias, avaliando seu impacto sobre os danos ao coração’, afirma o professor O’Regan.

Acompanhe Pallab no Twitter.(https://twitter.com/BBCPallab)

Para informações adicionais, acesse o site

Comentários desativados em A Desvendar a Idade do Coração – A Ferramenta de IA que Revela o Envelhecimento do Coração